Logo Finalizado.jpg

Pontos Turísticos

Palácio da Boa Vista.png
Amantikir.png
Pedra do Baú.png
Mosteiro de São João.png
Parque das Cerejeiras.png

PALÁCIO DO GOVERNO (PALÁCIO BOA VISTA), UM IMPORTANTE CENTRO CULTURAL EM CAMPOS DO JORDÃO

O Palácio Boa Vista, foi inaugurado em 21 de julho de 1964, pelo então governador Adhemar de Barros, para servir de residência de inverno do Governador. Com o passar dos anos, adquiriu outra função: a de museu aberto ao público. Numa área de quase três mil metros quadrados, dividida em 35 ambientes e 105 cômodos, o Boa Vista abriga um grande acervo artístico e cultural, como mobiliários dos séculos XVII e XVIII, antiguidades, esculturas, peças decorativas, objetos religiosos, e obras de artistas contemporâneos, como Tarsila de Amaral, Anita Malfatti, Aldo Bonadei, com destaque para os quadros de Di Cavalcanti.
Avenida Adhemar de Barros, 3001 – Campos do Jordão/SP 
De 4ª feira a domingo e feriados, das 10h às 12h e das 14h às 17h 
Entrada: gratuita

 

AMANTIKIR 

 

Criado em Campos do Jordão, estado de São Paulo, no ano de 2007 o Parque amantikir recebe, a cada ano, um maior número de visitantes. 
São mais de 700 espécies de plantas ao longo dos 60.000 m²,abertos à visitação durante todos os dias do ano. 
Considerado pelos usuários do TripAdvisor como A MELHOR OPÇÃO DO QUE FAZER em Campos do Jordão, por quatro anos consecutivos, (2013, 2014, 2015 e 2016), o Parque amantikir vem se destacando como o principal atrativo, tanto para viajantes e operadores turísticos, quanto para estudantes de paisagismo, botânica e pessoas que buscam vivências para o desenvolvimento humano e bem-estar junto à natureza.

 

 

 

PEDRA DO BAÚ


As pedras que formam o complexo do Baú são visitadas por um grande número de turistas e também por escaladores profissionais e amadores. Durante os meses de Maio a Setembro a região oferece um clima excelente para a prática da escalada em rocha e uma infinidade de vias.
O acesso por estradas à Pedra do Baú pode ser feito tanto via Campos do Jordão como por São Bento do Sapucaí, sendo o caminho hoje todo pavimentado, à exceção dos últimos 5 km de estrada de terra.

 

 

 

 

 

 

MOSTEIRO DE SÃO JOÃO

A espiritualidade beneditina oferece exatamente o que falta aos nossos tempos... procura preencher o vazio e curar a fraqueza na qual muitos de nós vivemos, de maneira sensível, humana, íntegra e acessível a uma humanidade estressada, super-estimulada e super- agendada.


A espiritualidade beneditina não exige grandes obras ou grandes renúncias, é tecida com a matéria prima da vida cotidiana comum. Simplesmente pede relacionamento. Mostra como relacionar-se com Deus, com os outros e com nosso mais profundo eu.
 

PARQUE DAS CEREJEIRAS


A Festa das Cerejeira em Flor que é uma forma de unir e transmitir a cultura japonesa, tão milenar e que chegou ao Brasil no início do século XX, às novas gerações, também traz em seu intuito arrecadar fundos para a Casa de Repouso Sakura Home.
Cerejeiras e Campos do Jordão: As primeiras mudas de cerejeira chegaram à cidade em 1936, com a criação do Sanatório Dojinkai, mas foi em 1937, que colonos japoneses moradores do Lajeado começaram a cultivar três tipos de cerejeira, que se adaptaram ao solo da Mantiqueira. Em 1967, o Palácio Boa Vista ganhou um jardim com 500 mudas de cerejeiras do tipo Some Yoshino, vindas diretas do Japão. E com as proximidades de sua florada, japoneses e descendentes de várias regiões do estado vinham a Campos do Jordão para conferir o espetáculo da natureza, já que a cidade é a única que essas plantas florescem efetivamente.

Com o crescente número de visitantes, surgiu o interesse de promover um evento que ressaltasse a beleza e a importância da planta para os japoneses e, em 05 de outubro de 1965, o então prefeito em exercício, Arakaki Masakazu, sancionou a Lei da Câmara Municipal instituído a Festa da Cerejeira em Flor em Campos do Jordão.
O Parque das Cerejeiras – Sakura Home fica na Rua Tassaburo Yamagushi, 2173 – Vila Albertina.

Entre em contato conosco